sábado, 19 de setembro de 2020
SemLag
Foto: Carlton Beener
Foto: Carlton Beener

Análise avançada: Composição de combate e Push da CLG

Causando a ira de muitos espectadores, CLG (Counter Logic Gaming) avançou em suas partidas contra o rebaixamento contra a Azure Cats com muitos problemas. Até mesmo os outros profissionais e comentaristas deram uma chance de 50/50 para a vitória da CLG. Porém, a CLG dominou a Azure Cats, controlando todas as partidas e conseguindo um convincente “3-0 “. Vale a pena destacar a segunda partida da série,  na qual a CLG quebrou a estratégia padrão de início de jogo, o que disseminou caos em todo o mapa e manteve a Azure Cats na sua parte do mapa durante todo o jogo. CLG Acabou o jogo com uma vantagem de 11 torres a 1, assim como nas mortes e dinheiro globa,l usando uma mistura de campeões que têm a capacidade  de avançar as lanes rapidamente e dar um bom “disengage”  constantemente, não deixando chances para a Cats reorganizar e conseguir um jeito de ir contra a estratégia.

Amostra da partida:

Composição do time

Papel Rota Campeão
Carregador AP Top Diana
Carregador AD Puro Bottom Jayce
Carregador AD de Kiting Mid Ezreal
Suporte Mid/outras Blitzcrank
Caçador de Selva Selva Elise

Pontos Positivos

Pontos Negativos

Controle de mapa e pressão extremos Há melhores para lutas 5×5
“Push” ou derrubar torres rapidamente Depende que o inimigo tenha menos poder de limpar hordas de tropas
Agressiva e capaz de assegurar abates Depende que o Blitzcrank acerte o seu “Q” para um engage correto

Resumo dos Campeões

Diana

DianaSquare Na rota do Top, Diana garante um farm muito seguro e um bom harass, sendo que há poucos bons counters para ela. Combinando um bom controle de visão e Teleporte para voltar à rota rapidamente ou para estender combates em grupo, ela derruba torres com extrema velocidade e ganha cada vez mais duelos conforme o game avança. Sua passiva aumenta o poder de limpar ondas de tropas e derrubar torres tornado-a muito boa para a composição. Seu salto (gapclose) e seu “E” que suga os inimigos para perto faz dela um campeão muito complicado de se escapar.

Outros Possíveis Campeões : Olaf, Zed

Jayce

JayceSquare Jayce é um campeão AD  que conseguiu segurar o 2×1 na rota bot muito bem. Suas habilidades são boas para limpar grandes hordas de tropas e só ficam melhores com o progresso do jogo. Sua capacidade de ser um lutador (bruiser) ( um pouco tanque, mas com dano) lhe dá uma excelente capacidade de sobrevivência na lane, quando combinado com CC (sua lentidão do “Q” e seu empurrão do “E”) o tornam um alvo difícil de sofrer um “tower dive”. Quando se aproxima do meio/final do jogo, Jayce oferece um alto dano com seus tiros de longo alcance, e também leve capacidade de iniciar e evitar combates. Quando em sua forma de canhão, seu “W” oferece um bônus de velocidade de ataque que ajuda na estratégia de derrubar torres rapidamente.

Outros Possíveis Campeões:  Kha’Zix, Lissandra, Zed

Ezreal

EzrealSquare Essa composição coloca o que seria a rota bot no mid, visando neutralizar um mago que escala bem conforme suba de nível. Ezreal é a escolha ideal de ADC que pode realizar trocas 1×1 e se sair bem, e dominar lanes 2×1, fora seu escape de emboscadas usando Translocação Arcana. Em particular, a famosa “build azul” que o Doublelift usou , construindo rapidamente a Sedenta por Sangue para ter dano nos ataques básicos, garantindo depois um bom poke. A Manopla de Gelo ajuda na parte de matar as hordas de tropas rapidamente e ajuda no “kiting” nas lutas em grupo. Combinando a passiva da Muramana e o roubo de vida e dano da sedenta por sangue, Ezreal pode ficar auto-suficiente nas lutas 5×5 e também pode perseguir inimigos que estão com pouca vida. Por ultimo, mas não menos importante, com sua ultimate, Ezreal pode ajudar as lanes a avançarem enquanto dá poke em alguma lane.

Outros Possíveis Campeões : Corki. Ezreal e a famosa “build azul” são únicos no quesito efetividade para esse papel. Nenhum outro personagem se encaixa nele tão bem assim.

Blitzcrank

BlitzcrankSquare Foi usado como um suporte que ajuda o jungle, como estavam na rota mid, o Blitz sempre estava perto de todas as áreas da selva inimiga. Esse Blitz foi usado o mais irritante possível, puxando os buffs pelas paredes e causando efeitos de controle no caçador de selva adversário a fim de atrapalhar o Golpear nos buffs. No início do jogo o Blitz simplesmente anula o caçador oponente, criando uma situação caótica para o time inimigo.  Fazer Botas da Mobilidade e a Pedra da Visão ajuda a manter a pressão constantemente ao redor do mid. O Blitz simplesmente é o principal iniciador de combates em grupo, quando vê que alguém já está com pouca vida depois dos pokes ele acerta um belo Puxão Biônico e aplica uma série de CC como Jogar para Cima e Silêncio, praticamente neutralizando alguém na luta.

Outros Possíveis Campeões : Alistar, Thresh, Leona

Elise

EliseSquare A Elise tem poder fraco para limpar a selva  no começo do jogo, por isso foi escolhida para se unir ao Blitzcrank na invasão da selva inimiga. Ela combina um burst muito bom e um CC instantâneo ( Atordoamento do “E”) para causar um efeito devastador no counter da selva. O resultado de unir o Blitz com a Elise é devastador, eles tomam controle do mapa completamente no começo do jogo e com controle de visão pode se estender até o meio do jogo. Sua composição versátil a permite voltar ao jogo mesmo se ficar um pouco atrás em níveis. No meio e no final do jogo, suas aranhinhas da passiva oferecem um poder de avanço incrível, Elise é uma campeã especialista em lutas curtas, por isso se aplica perfeitamente a uma composição de poke / desingage, Elise também tem um ótimo poder para pegar alguém andando sozinho no mapa.

Outros Possíveis Campeões : Lee Sin, Maokai, Trundle, Zac

O que a estratégia propõe cumprir

Utilizando a força de seu início de jogo e o potencial de matar do Blitz + Elise, essa composição tem capacidade de conseguir mortes muito cedo no jogo ou até mesmo forçar uma volta à base, promovendo assim uma vantagem no farm e no nível do time. A boa cobertura de sentinelas, particularmente na selva inimiga, concedeu controle dos buffs no começo e pressionou o caçador da selva inimigo, além de deixar a rota mais segura para o carregador AD. A pressão exercida dá condições para o Ezreal conseguir rapidamente seus itens principais, como  Fulgor e Sedenta por Sangue, assim como o Blitz consegue mais e mais itens para continuar posicionando sentinelas, como Pedra da Visão e Botas da Mobilidade. Conforme a parte inicial do jogo acaba , a composição se foca em derrubar as torres e conseguir outros objetivos.

Foto: Carlton Beener
Foto: Carlton Beener

Quando as torres começam a cair e o ouro se acumula rapidamente, itens cruciais ao midgame são feitos para solidificar as lanes e o controle de mapa. Enquanto a coordenação for boa, a composição se protege muito bem de emboscadas (ganks) inimigas. Os campeões em si são muito bons na técnica de atacar e sair rapidamente. Enquanto eles conseguirem dar bons desingages e pokes, mantendo a pressão nas torres, essa composição continua forte e quase intransponível durando o fim do jogo.

Como jogar contra

Essa composição sofre de 2 fraquezas.

A primeira é que ela não terá um bom progresso contra um time com um alto poder de limpar ondas de mínions, trazendo o jogo para um estado em que quem tiver a melhor habilidade vai sair privilegiado. Com os muitos assassinos capazes de limpar essas ondas rapidamente, como Kha’Zix e Zed, isso pode oferecer grandes riscos à Diana e Ezreal, que terão dificuldades em farmar bem e conseguir os itens que precisam.

A segunda fraqueza é jogar contra um time que começa batalhas em grupo muito forte. Blitz e Diana não têm outro modo de escapar a não ser o Flash, enquanto Jayce e Elise tem meios razoáveis de escape em comparação com outras escolhas de campeões. Podemos adicionar também que campeões como Malphite e Hecarim oferecem grandes riscos à essa composição se misturados com um campeão bom de kiting e em fugir de situações perigosas como o Kassadin ou um AD Carry como Miss Fortune que tem uma velocidade de movimento muito alta. Essa é, sem dúvida, o jeito mais seguro de derrotar essa composição.

Porque isso cai como uma luva no modo de jogar da CLG

CLG é conhecida pela sua habilidade de jogar no mapa melhor que seus oponentes. Sua coordenação no mapa garante vitórias onde já estava praticamente declarada sua derrota. Como jogadores, CLG também mostraram que se sobressaem melhor em lutas curtas e não em longas lutas em grupo. Com o adicional de conseguirem criar um verdadeiro caos na selva inimiga e definitivamente desabilitando alguns oponentes pelo meio de wards bem ofensivas . Uma estratégia que junta agressividade, pressão de mapa, pressão de lane, e lutas em pequena escala fazem com que essa composição se adeque quase perfeitamente no modo de jogo da CLG.

via ESFI World

Traduzido por Gunsliker

Revisado por  Ashtear

Sobre Max Pita

Jogador de LoL de level Diamante Canal de LoL: http://youtube.com/legendsbrcom Canal de Jogos: http://youtube.com/maxpita Twitter: https://twitter.com/max_pita Facebook: https://www.facebook.com/mitopita/

Veja Também

Caso Zoe: Azir 2.0?

Parece que a criança hiperativa vai ficar de castigo por um bom tempo...