Início / Notícias / eSport / Conheça os participantes da IEM San Jose
SemLag

Conheça os participantes da IEM San Jose

Com a conquista da vaga ao bater a Keyd Stars na Classificatória para o CBLoL 2015, a paiN Gaming se tornou a representante brasileira na IEM San Jose, que acontecerá neste final de semana, 6 e 7 de dezembro, com transmissão em português pela ESL. Para tentar trazer o título para casa, porém, a paiN terá de passar por cima de dois gigantes na sua parte da tabela (Cloud 9 e Alliance), para então disputar a grande final contra Unicorns of Love, Team SoloMid ou Lyon Gaming.

Vamos conhecer um pouco melhor essas equipes?

paiN Gaming (Brasil)

pain_gaming

Com três vitórias contra a Keyd Stars em quatro finais seguidas, a paiN é a atual força dominante no cenário brasileiro. A força da rota inferior coreana somada às habilidade de Kami, Leko e SirT encaixou muito bem na equipe, que demonstra um controle cada vez maior das partidas que disputa.

A equipe tem seus pontos fracos, e um deles, curiosamente, costuma ser um ponto forte das equipes brasileira: o início de jogo. Apesar de a paiN ter conseguido reverter desvantagens no meio do jogo contra INTZ, KaBuM e Keyd durante a Classificatória, qualquer erro cedo contra equipes mais experientes como Cloud 9 e Alliance pode significar um adeus prematuro da equipe no torneio. No pior dos casos, podemos esperar um grande jogo contra a Cloud 9 a partir das 21h deste sábado (6).

Topo: Whesley “Leko” Holler
Caçador: Thúlio “SirT” Carlos
Meio: Gabriel “Kami” Santos (C)
Atirador: Han “Lactea” Gi-hyeon
Suporte: Kim “Olleh” Joo-sung

Cloud 9 (Estados Unidos)

claudio9

Depois de dominar a etapa de Primavera da LCS, a Cloud 9 ficou “só” com o vice-campeonato na LCS de Verão ao perder o trono para a TSM. Ainda assim, a equipe conseguiu se manter como potência do servidor NA durante o Mundial, indo até as quartas-de-final, assim como a TSM.

Apesar de todas as mudanças em equipes norte-americanas durante a pré-temporada, o capitão Hai já havia avisado: a Cloud 9 não mudará sua formação, reforçando os laços de jogadores que estão juntos desde o começo do time. Com uma sinergia tão forte, a Cloud 9 costuma investir todas as fichas nas lutas de equipe para conseguir suas vitórias.

Topo: An “Balls” Le
Caçador: Will “Meteons” Hartman
Meio: Hai “Hai” Lam (C)
Atirador: Zachary “Sneaky” Scuderi
Suporte: Daerek “LemonNation” Hart

Alliance (Europa)

alliance

Após o grande choque – para os jogadores e para a comunidade – da derrota para a KaBuM, que acabou eliminando a Alliance do Mundial 2014, ficou bem claro que algo estava errado. Pouco tempo depois, o atirador Tabzz saiu da equipe indicando falta de entrosamento e afinidade com os jogadores. Mais uma prova de que formar um time com estrelas às vezes não é a melhor opção.

A grande contratação foi Rekkles, o menino de ouro da Fnatic. Ele preenche a vaga deixada por Tabzz e aumenta a esperança de grandes resultados em 2015, transformando uma equipe que já é muito temida (principalmente pela presença do meio Froggen) em algo ainda mais assustador. Resta saber se eles vão conseguir encaixar o seu jogo sem serem sufocados pela própria zona de conforto.

Topo: Mike “Wickd” Petersen
Caçador: Ilyas “Shook” Hartsema
Meio: Henrik “Froggen” Hansen (C)
Atirador: Martin “Rekkles” Larsson
Suporte: Patrick “Nyph” Funke

Lyon Gaming (México)

lyon

Provavelmente a equipe mais conhecida do servidor latino-americano, a Lyon Gaming é também a mais bem sucedida, trazendo no currículo a vitória nas Regionais em 2013, participação no Torneio Wildcard do ano e um surpreendente desempenho na WCG, quando chegaram à fase eliminatória. O leão mexicano foi surpreendido no meio da temporada 2014 pela PEX Gaming, e assim perdeu a vaga para o Wildcard deste ano, mas continuou dominando seu servidor até se tornar campeão da grande final em novembro.

Com ritmo forte e rotas que se destacam pela consistência e agressividade, a Lyon não dá tantas chances para os oponentes do cenário latino. O caçador Thyak tem grande movimentação é atua como o maestro da equipe, principalmente agora, uma época em que os objetivos da selva mudaram e o jogo se voltou muito mais para a conquista de objetivos desde cedo.

Devido a complicações com visto para o país, o atirador e capitão NerzhuL e o suporte Arce serão substituídos durante o torneio. O atirador maplestreet, com experiência de LCS NA e irmão do ex-caçador da TSM TheOddOne, e o suporte coreano Dodo8 complementarão o Leão Mexicano, o que deve pesar um pouco na sinergia e movimentação da equipe.

Topo: Gerardo “Porky” Alonso
Caçador: Marcelo “Thyak” Ramones
Meio: Ali “seeiya” Bracamontes (C)
Atirador: Ainslie “maplestreet” Wyllie
Suporte: Jun “Dodo8” Kang

Team SoloMid (América do Norte)

tsm

Única equipe a estar presente em todos os Mundiais de League of Legends (desde 2011, nos quatro campeonatos até agora), a TSM tem uma longa história a ser contada. A conquista da mais recente LCS americana colocou um ponto final na dominância da Cloud 9, e o bom desempenho da TSM no Mundial 2014 provou a consistência da equipe.

Mas a vida não poupa nem mesmo os campeões, e o time passou por alterações: o caçador alemão Amazing voltou para a Europa, sendo substituído pelo novato Santorin, destaque do cenário Desafiante do servidor NA. Ainda precisamos ver se a equipe conseguirá encaixar o novo jogador ao estilo de jogo pesado, mas extremamente consistente, que Bjergsen e companhia vinham apresentando. Jogadas rápidas e boa movimentação são a chave para quebrar o ritmo arrastado da TSM.

Topo: Marcus “Dyrus” Hill
Caçador: Lucas “Santorin” Larsen
Meio: Søren “Bjergsen” Bjerg (C)
Atirador: Jason “WildTurtle” Tran
Suporte: Ham “Lustboy” Jang-sik

Unicorns of Love (Europa)

uol

O Unicorns of Love pode ser considerado o patinho feio do servidor europeu – uma equipe desconhecida em terra de gigantes. Eles evoluíram de um cenário amador para o Desafiante, conseguindo no último torneio de promoção a vaga para a LCS Europa de 2015, em uma série vencida por 3-2 sobre uma Millenium com jogadores experientes.

A equipe conseguiu muitos fãs por sua trajetória, e a grande prova disso foi conquistar a vaga para a IEM San Jose na votação de times europeus, ganhando inclusive de equipes consagradas como a SK Gaming e a Copenhagen Wolves. O time teve algumas mudanças, principalmente na selva, mas agora está com os titulares definidos e treinados para tentar mais uma surpreendente caminhada.

Topo: Kiss “Vizicsacsi” Tamás
Caçador: Mateusz “Kikis” Szkudlarek
Meio: Tristan “PowerOfEvil” Schrage (C)
Atirador: Pontus “Vardags” Dahlblom
Suporte: Zdravets “Hylissang” Galabov

IEM_Bracket

A IEM Desafio Global – San Jose acontece dias 6 e 7 de dezembro. A série de jogos da representante brasileira paiN Gaming está marcada para 21h do dia 06/12 (sábado). O vencedor desta etapa também ganha vaga para o Mundial da IEM que será disputado em Katowice (Polônia) em março de 2015. Para mais informações e horários, visite o site oficial da competição e acompanhe a transmissão em português da ESL.

por LeonButcher via League of Legends

Sobre Blitzcrank

o Grande Golem a Vapor. Redator do LegendsBR nas horas vagas.

Veja Também

Torneios deste Fim de Semana – 10 a 12 de Abril

Teremos 4 torneios este fim de semana, sendo 3 de X1 com pancadaria total e outro de 5x5 até Platinas. GG RpEasy!