terça-feira, 29 de setembro de 2020
SemLag

É hora das semifinais do Campeonato Mundial

worlds_semis.1920x1080_1

Depois de grandes disputas nas quartas-de-final, os quatro melhores times do mundo se preparam para o confronto no Galen Center, em Los Angeles. Confira a seguir as datas, os horários, e o que esperar das semifinais (em melhor-de-cinco) no Campeonato Mundial.

NaJin Black Sword v. SK Telecom T1

Sábado (28/9) – 00:00

As semifinais começam com uma prova do poder coreano. As duas equipes estão no mesmo lugar agora, mas elas percorreram caminhos muito diferentes até chegar aqui.

A SK Telecom ficou empatada em primeiro lugar do Grupo A com a (agora eliminada) OMG, e depois eliminou os Gama Bears com um inquestionável 2-0. Já a NaJin Black Sword ganhou vaga direta nas quartas-de-final, pulando toda a fase de grupos do Mundial. A NBS treinou praticamente no escuro, jogando apenas contra sua equipe irmã, NaJin White Shield, para manter em segredo sua estratégia e seu estilo de jogo.

Quando os coreanos finalmente saíram do esconderijo, enfrentaram o time russo Gambit Gaming e levaram a pior no primeiro jogo. Mas a NaJin se reorganizou e deu a volta por cima, dominando as duas outras partidas com belas atuações de PraY (atirador) e Nagne (jogador substituto na rota do meio).


Confira o perfil das equipes.

O confronto:

Até agora, a SK Telecom já disputou 10 partidas no Mundial, enquanto a NaJin jogou apenas três. Mas não falta experiência para a NBS: das quatro equipes vivas na competição, ela é a única a ter participado do Campeonato Mundial do ano passado.

Neste confronto precisamos pensar em duas coisas: Primeiro, qual a importância do número de partidas disputadas até agora? É claro que a NaJin pode pesquisar melhor seu rival, já que ela jogou menos partidas no Mundial e se recusou a treinar contra as outras equipes da competição. A SKT, por outro lado, tem a vantagem de estar jogando direto por mais de uma semana. Quem vai levar a melhor: a preparação ou o ritmo de jogo?

A outra grande questão é: quem vai carregar o seu time? Tanto Nagne quanto PraY tiveram atuações brilhantes pela NaJin, mas Nagne é um jogador reserva. A equipe pode confiar nele? Ninguém pode negar que PraY tem presença e muita habilidade, mas ele vai enfrentar a SKT, uma equipe que vem atropelando. Os jogadores Impact (rota superior) e Piglet (atirador) tiveram um desempenho astronômico ao longo da competição – isso sem contar o lendário Faker na rota do meio. Ele é considerado por muitos o melhor jogador do mundo na posição. Para piorar um pouco mais a situação de PraY, Faker é especialista em Campeões de estilo assassino, que são ótimas opções para caçar inimigos mais frágeis, que causam dano à distância. Será que a NaJin vai conseguir manter PraY vivo e causando dano, ou será que Faker vai conseguir os abates mais importantes da sua carreira nesta semifinal?

Royal Club v. Fnatic

Sábado (28/9) – 16:00

Campeã Mundial da Primeira Temporada e última esperança europeia, a Fnatic enfrenta a sensação chinesa Royal Club. A Fnatic ficou em primeiro lugar do Grupo B, e em seguida enfrentou a norte-americana Cloud 9 nas quartas. As duas primeiras partidas no grande confronto transatlântico foram disputadas; as duas equipes buscavam a vantagem em lutas emocionantes, com feitos heróicos dos dois lados. Mas na terceira partida a história foi outra: a Fnatic massacrou a Cloud 9, fechando com 26 a 2 no placar de abates. O jogador do meio xPeke foi um dos destaques, usando as habilidades de seu Kassadin para crescer de um 6-2 na primeira partida até um assombroso 11-0 na terceira.

O Royal Club garantiu vaga direta nas quartas depois de vencer a classificatória regional da China. E sua primeira partida no Mundial acabou sendo justamente contra quem eles haviam vencido na final regional: OMG. Na classificatória chinesa, o Royal Club havia marcado um arrasador 3-1 contra a OMG. No reencontro no Mundial, o Royal Club reforçou o seu domínio. O jogador Uzi (atirador) marcou 9-1 e 9-2 em duas partidas alucinantes que derrubaram a OMG.


Confira o perfil das equipes.

O confronto:

Pelo Royal Club, o jogador do meio Wh1t3zZ e o suporte Tabe mostraram um estilo autêntico, marcando ótimos placares contra a OMG. Da mesma forma, sOAZ (rota superior) e Cyanide (selva) pela Fnatic se provaram fundamentais para barrar a embalada Cloud 9. Mas mesmo com grandes talentos espalhados pelos dois times, este confronto vai depender do melhor jogador de cada equipe. Semelhante à primeira semifinal (NaJin x SKT), aqui a decisão vai vir do confronto entre jogadores do meio e atiradores.

Na China, o refrão do Royal Club é “Protejam o cachorrinho!”. O cachorrinho é o atirador Uzi. Não é segredo para ninguém que esse prodígio de 16 anos de idade é o catalisador na fórmula de sucesso do time. Ele vai precisar de toda a habilidade que mostrou até agora para evitar xPeke. O jogador do meio da Fnatic vai tentar a todo custo abater os atiradores adversários, principalmente quando está em jogo uma vaga na Grande Final no Staples Center.


Façam suas apostas. Qual time coreano vai chegar na Final? Será que a Fnatic vai conseguir voltar ao topo? Acompanhem ao vivo algumas das partidas mais emocionantes do ano, e confira mais informações em lolesports.com.

 

via Riot Games Brasil

Sobre Max Pita

Jogador de LoL de level Diamante Canal de LoL: http://youtube.com/legendsbrcom Canal de Jogos: http://youtube.com/maxpita Twitter: https://twitter.com/max_pita Facebook: https://www.facebook.com/mitopita/

Veja Também

Torneios de LoL, ARAM e Valorant da semana

Serão 9 eventos de LoL (SR e ARAM) e Valorant neste fim de semana