Início / Entrevistas / MadLife não quer se aposentar com sentimento de derrota
SemLag

MadLife não quer se aposentar com sentimento de derrota

O lendário suporte Hong “MadLife” Min-gi falou sobre seu estado mental depois que a CJ Entus, foi relegada da League Champions Korea em uma entrevista com Fomos’ Park Sang-jin, e como ele se sentiu responsável pelo resultado decepcionante.

“Eu não conseguia pensar em nada”, disse ele. “Minha autoestima desmoronou e eu senti que minha cabeça ia explodir se eu tentasse encarar a realidade da derrota. Por isso, eu apenas dormi o dia inteiro. Depois que eu acordei, pensei muito sobre várias coisas. “É uma coisa tão humilhante para ser relegado como um jogador profissional e por isso devo parar? Como teria sido se eu tivesse tomado uma decisão diferente? O que devo dizer aos jogadores mais novos? Fiquei bravo, desapontado, mas acho que tudo aconteceu por causa das minhas deficiências.”

A frustração foi sendo construída durante um longo período de tempo, e como jogador mais velho em sua equipe, a responsabilidade foi empurrada para MadLife como um líder, e embora houvesse esperança, tudo veio a falhar.

Apesar de sua mudança para o Gold Coin United, uma equipe desafiante norte-americana, poder vir como surpresa para muitos, MadLife disse que pensou em deixar CJ no final de 2015. Mas a responsabilidade o convenceu a ficar.

“Eu não podia  sair porque pensei que teria desperdiçado o tempo que passei trabalhando com os jogadores mais jovens, assim como tempo de prática”, disse o jogador. “Então eu decidi ficar para trás e trabalhar com BDD e Ghost.”

Sua mudança para o NA foi alimentada por um par de fatores; Sua idade e uma necessidade de algo novo. MadLife esteve com CJ a maioria de sua carreira, e talvez a separação do verão sinalizasse uma necessidade para a mudança.

“Eu queria pensar na equipe também, mas considerando a minha idade, eu também queria experimentar algo novo antes que seja tarde demais”, disse MadLife. “Eu queria jogar em uma liga que não seja na Coreia, e eu precisava de algo que eu poderia fazer na minha idade. Os jogadores mais jovens com quem eu trabalhei também disseram que estavam olhando para seguir seus caminhos separados, e eu queria fazer isso também. Eu considerem me aposentar como um jogador, mas eu mudei de ideia depois da votação no All-Stars. Eu não queria terminar minha carreira desta forma. Eu não queria me aposentar depois da derrota da equipe.

MadLife realmente teve uma séria preocupação em relação a encontrar uma nova equipe, e ele disse que os rumores de sua alegada aposentadoria começaram a circular, as equipes interessadas iriam diminuir. Ele estava em negociações com a Gold Coin United do NA, e como a equipe lhe ofereceu um lugar, ele tomou-o como um catalisador de sua necessidade de mudar.

“Embora seja decepcionante que eu não ter uma boa performance, não me arrependo de ter escolhido ficar no CJ“, disse ele. “Espero que todos os jogadores com quem trabalhei encontrem sucesso. Foi um ano difícil, mas eu não acho que tudo foi perdas. Também quero agradecer aos fãs que vieram à arena para me alegrar e me enviar palavras encorajadoras nas mídias sociais, bem como aquele fãs que não podem vir para as arenas ou ver todos os meus jogos, mais ainda me manter em seus pensamentos na vida deles. Eu fui o destinatário de um monte de amor desde a minha estreia, eu vou trabalhar duro para mostrar bons desempenhos no NA.”

 

 

Fonte(s): Slingshot Esports.

Sobre Renan Caldeira

Redação LegendsBR.

Veja Também

Saiba como funcionará o modo de Torneios

Contando os minutos para o novo sistema de Torneios chegar!